sexta-feira, 15 de maio de 2015

Já Mataram 55 pessoas em Mossoró em 2015


Lucas Cosme da Silva, "Lucas doido" 18 anos de idade, residia na Favela do Fio, foi morto no final da tarde com cerca de 15 disparos de pistola. Lucas estava retornando para casa depois de passar o dia trabalhando do Gesseiro no Abolição V. Ele foi morto na Rua Justino Junior por volta de 18 horas.
Imagens cedida www.ocamera.com.br

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Assaltante Savio Delano morreu em confronto com o GTO de Mossoró


Sávio Delano Dantas de Medeiros, 35 anos de idade, morava no conjunto Vingt Rosado, em Mossoró no Rio Grande do Norte, morreu durante uma abordagem do Grupo Tático Operacional no início da tarde de hoje, 13 de maio de 2015.

Os Policiais procuravam uma caminhonete Hilux em uma estrada carroçável, próximo ao Assentamento Cordão de Sobras, na zona rural. Com a aproximação dos militares o grupo abandonou o veículo com a chave.
Quando os policiais tentaram sair do local conduzindo o carro, foram surpreendidos pelos elementos que surgiram do matagal atirando em direção dos mesmos.

Na troca de tiros Sávio Delano foi baleado, ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu.


Sávio Delano era acusado de vários delitos nos estados do Ceará e Rio Grande do Norte. Segundo informações ele chegou a cumprir pena nos dois estados, mas estava em liberdade condicional.

quarta-feira, 13 de maio de 2015

A morte 53 em Mossoró no ano de 2015 aconteceu no Redenção

Jorge Luiz Fernandes de 21 anos de idade, natural de Janduís foi alvejado na cabeça com um disparo de revolver calibre 38 e morreu no local. O crime aconteceu na madrugada de domingo, 10 de Maio, no Conjunto Redenção em Mossoró no Rio Grande do Norte. 

O corpo de Jorge foi encontrado pelo próprio filho de cinco anos de idade, por volta de 2 horas da manhã. A criança estava dormindo na residência, localizada na Rua Antônio Epaminondas de Medeiros, por trás da Igreja Católica do bairro e quando acordou encontrou o pai morto na porta de saída da casa. Jorge Luiz foi morto com um disparo transfixante na cabeça. 

Quando percebeu que o pai estava morto, a criança saiu sozinha e foi chamar na casa avó, duas ruas depois. A família não comentou se a criança teria presenciado a morte do pai. Qualquer informação sobre o assunto deverá ser repassada apenas para a Policia, responsável pelas investigações. A esposa da vitima estava trabalhando, quando soube da morte do marido.